quinta-feira

RONDAS – SÁBIOS SÍTIOS – ESCOLA PROFISSIONAL DE SERVIÇOS DE CIDENAI – 25.11.2017

O Programa Rondas da Câmara Municipal de Santo Tirso fez, no último sábado, uma visita à Escola Profissional Cidenai. Sob o mote “Sábios Sítios”, um grupo de visitantes deslocou-se a este estabelecimento de ensino, situado no coração de Santo Tirso, para aí ficar a conhecer melhor a sua história, oferta formativa e atividades.
Ao longo da manhã amena de 25 de novembro, foram muitos os que tiveram a oportunidade de conhecer as instalações e características da escola e participar em vários workshops, palestras e até num mercado solidário: o dia começou a história da Escola, pela voz do Diretor Pedagógico, Ricardo Sampaio, anfitrião do evento, onde também foram lugar de destaque os cursos ministrados e os projetos europeus em que a comunidade escolar tem a oportunidade de participar.
Foi então a vez de um Workshop promovido pelo Clube de Poesia, no qual, após a declamação de poesia por parte dos visitantes F. Proença e Arnaldo Santos, conhecidos poetas tirsenses, o grupo criou um poema em conjunto e foi presenteado com a declamação do poema “Pelo sonho é que vamos”, da autoria de Sebastião da Gama, por parte de um aluno.
Seguiu-se uma palestra sobre Gestão de Resíduos, dinamizada pelo Clube Eco-Escolas, onde os participantes reforçaram as ideias de boas práticas ambientais e participaram num jogo sobre reciclagem de resíduos domésticos.
Seguiu-se uma sessão de esclarecimento sobre bons Hábitos Alimentares, promovido pelo Núcleo da Promoção da Saúde, e o coffee-break, com catering a serviço dos vários alunos da Cidenai que estiveram presentes durante a manhã e foram fundamentais na organização do espaço e do evento. Durante este tempo livre, foram vários os que aproveitaram para se abastecer de produtos naturais e saudáveis no nosso Mercado Solidário, promovido pelo Clube do Voluntariado.
Foi então a vez do Clube da Proteção Civil sensibilizar os presentes para os riscos associados aos sismos e de terminar a manhã com um teste aos conhecimentos sobre a União Europeia, num momento promovido pelo Clube Europeu.

Foi uma manhã de partilha e troca de conhecimentos, da qual todos saíram mais ricos. Obrigada e Voltem Sempre!
EPSC

quarta-feira

DIA MUNDIAL DO VOLUNTARIADO

O Dia o Voluntariado mais uma vez foi celebrado na Escola Profissional Cidenai pelo seu Grupo de Voluntariado.
    Assim, aproveitando esta data comemorativa, 5 de dezembro, para dar formação aos seus voluntários, convidou para estar presente na escola elementos dos Bombeiros Voluntários Tirsenses(Amarelos).
    No ano em que muito se falou dos bombeiros, pelos seus feitos no interior do país, que largaram tudo para salvar os outros, pondo em risco a sua própria vida; o Grupo de Voluntariado tinha mesmo que trazer à escola Voluntários que são Bombeiros!
    Esta formação sobre o que é ser Voluntário, começou com o recitar de um poema por um formando sobre o que é ser Voluntário, onde ouvimos que “…ser voluntário é dar de nós bons exemplos e boa vontade…e repartir felicidade”.
   Seguindo-se, o testemunho da vida de Bombeiro, por quem é bombeiro há cerca de 10 anos, por uma jovem cadete bombeira e por outra que está na escola de bombeiros e está a estagiar nos bombeiros amarelos. Estes voluntários explicaram, cada um deles, a razão que os levaram a dedicar-se a esta missão, o sentirem a importância que a corporação tem nas suas vidas, quando são chamados a salvar pessoas e bens. O conforto que sentem quando olham para pessoas que salvaram num acidente de viação (como foi descrito por um deles). Referiram que, a partir do momento em que se tornam bombeiros, são voluntários sempre, quer estejam com a farda, no quartel, quer quando estão com a família ou em férias, que muitas vezes, como este verão, não existem.
    Foi com muito interesse e com muitas questões, que os elementos do Grupo de Voluntariado da Escola Cidenai, durante uma hora, participou e esteve atento aos três bombeiros voluntários.

    No final a Escola Profissional Cidenai agraciou os Bombeiros Amarelos com um diploma de reconhecimento por tudo quanto esta corporação tem feito em formações na escola, pela população tirsense e por todos aqueles que no país inteiro precisaram deles.


A.F.